Dicas

Limpeza de TBI: o que é?

A limpeza de TBI nem sempre é incluída nas rotinas de revisão da parte mecânica dos veículos, mas sua aplicação periódica é bastante importante – sobretudo para aqueles carros que não costumam receber um cuidado especial em relação à procedência da gasolina.

TBI é o nome dado ao corpo de borboleta, vindo do inglês Throttle Body Injection. Trata-se do dispositivo responsável por controlar quanto ar entra no sistema de admissão do motor para o cilindro, na mistura para a combustão.

Limpeza de TBI

Seu mau funcionamento implica em problemas na queima de combustível – sobretudo nas marchas mais lentas, quando algumas irregularidades podem ser sentidas durante a condução.

Hoje acionado pela ECU, o corpo de borboleta (antes chamado de TBI, sigla para Throttle Body Injection) controla a entrada de ar na admissão do motor para o cilindro, mantendo corretamente o funcionamento da marcha lenta e da aceleração. Por isso, a manutenção do dispositivo é tão importante para um funcionamento adequado do motor. Saiba como é feita a limpeza de TBI, sua importância e os riscos de não ter a peça devidamente cuidada em seu veículo:

O que leva a problemas no corpo de borboleta?

A limpeza de TBI quando uma certa quantidade de resíduos provenientes de impurezas no combustível acaba acumulando no corpo de borboleta. Esses resíduos tornam a passagem do ar mais irregular, modificando a mistura interna para a combustão – o que obviamente afeta o desempenho do veículo.

Em geral, quanto maior o nível de acúmulo na obstrução, mais o problema afeta o funcionamento normal do veículo.

Como a limpeza é feita?

A limpeza de TBI é especialmente recomendada através da via preventiva. Neste caso, utiliza-se aditivos químicos misturados ao combustível rodando no motor por um certo período de tempo. Estes componentes “soltam” os resíduos, que sai expulsos do motor.

Nos casos mais graves, a limpeza de TBI pode ser realizada manualmente, realizando-se a raspagem e a lavagem do local para a retirada dos resíduos, garantindo que a obstrução seja definitivamente liberada.

Quais veículos são mais propensos a apresentarem problemas?

Embora todos os veículos estejam sujeitos ao acúmulo de resíduos de gasolina em seu interior, a limpeza de TBI costuma ser especialmente necessária em veículos flex. Por não serem otimizados para um tipo específico de combustível, é comum que a gasolina deixe mais resíduos em seu interior, afetando de forma mais significativa o seu desempenho.

Vários testes de desmanche de veículos demonstram que este tipo de modelo é especialmente propenso ao acúmulo de resíduos nas faixas de quilometragem superiores a 50 mil quilômetros.

Qual a frequência recomendada para a limpeza de TBI

Curiosamente, a limpeza de TBI não faz parte da maior parte das rotinas de revisão obrigatória dos veículos. Mesmo assim, é bastante importante que você solicite o serviço sempre que alguma revisão for feita em seu motor.

A manutenção preventiva pode ser realizada a cada visita geral ao mecânico, ou – no máximo – a cada 40 mil quilômetros rodados sem a atividade. Quando você perceber as irregularidades de funcionamento nas marchas mais baixas, é importante levar o veículo à oficina para considerar uma limpeza.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *